Subscribe

RSS Feed (xml)

Powered By

Skin Design:
Projecto FórumJovem

Powered by Blogger

OS JOVENS TAMBÉM TÊM OPINIÃO SOBRE OS ASSUNTOS DO DIA-A-DIA, DO PAÍS E DO MUNDO! ESTE É O BLOG ONDE ESSA OPINIÃO CONTA. DÁ-NOS A TUA. SER JOVEM É UM ESTADO DE ESPÍRITO (e segundo a lei é dos 14 aos 30 xD)

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Vampiragem


Olá pessoas bonitas que não têm mais nada para fazer se não estar a ler este blog, olá também às feias que também não têm nada de melhor pra fazer e todos aqueles que estão a queimar horas de trabalho a ler isto. Depois das saudações queria aqui deixar um muito obrigado ao senhor doutor engenheiro José Sócrates, e a todos os seus assistentes e secretários, por ainda não terem lido nada do que tenho aqui escrito(nem neste blog), caso contrario este post resumir-se-ia a isto:

E pronto, os agradecimentos de parte, vamos à parvoíce propriamente dita. Bem, estive a reler e parece que já começou antes que eu tivesse avisado, peço desculpas. A parvoíce já começou, então vamos ao tema.
Vampiragem. Quando me lembrei disto pensei cá pra mim, “João, que mente tão brilhante a tua, que coisa mais original para falares!!!” claro que dois segundos depois reparei que estava a dar uma novela na sic sobre isso. A qual também me fez lembrar de um filme que fui ver ai há uns meses, Lua Nova, que também era sobre isso… ah e depois lembrei que esse filme e o de há dois anos são adaptações de uns livros muito vendidos sobre o assunto…  e depois pesquisei na net “vampiro” e apareceram : Resultados 1 - 10 de cerca de 4.980.000. Ainda dizem que não os há.
Ora, a moda não é de agora, desde a literatura à ficção na sétima arte, passando pelas series americanas e as novelas portuguesas, nem sei porque menciono o ultimo, milhões de autores têm sido super originais ao escrever repetidamente a história de um vampiro que se apaixona por uma não vampira. A cena é que agora está na moda mais do que nunca. E eu não percebo porquê.
As mulheres passam a vida a dizer-nos para não as tratarmos como objectos, mas quando aparece um tipo todo jeitoso na tela do cinema a dizer que não sabe se há-de de resistir em comer a moça que está ali toda apetitosa, que nem um hambúrguer quentinho, elas derretem-se todas. Desculpem lá mas acho mesmo engraçado como é que nunca as mulheres foram, tanto na literatura como em filmes, tratadas como um naco de carne e todas gostam e adoram "ah eu vou-te comer, mas gosto de ti, mas quero comer-te"...
No fundo, tanto nas novelas como nos filmes as actrizes andam actualmente a desempenhar papeis de hambúrguer sem que ninguém lhes diga isso, directamente. O que afinal trata-se meramente de uma fraude contratual... e isto dava uma boa crónica, foi o que eu pensei. Mas depois deu-me a perguicite aguda e saiu só isto, sem esforço nenhum. Imaginem lá se…
Bem, até pra semana pessoas desocupadas e de QI baixo que perdem tempo a ler isto em vez de ir procurar emprego. Mais uma vez, muito obrigado ao Senhor Primeiro Ministro pelos elevados índices de desemprego que nos tem proporcionado, caso contrário, uma pessoa sem nada pra fazer, como eu, não teria tantas pessoas sem nada pra fazer que viessem ler isto. Muito Obrigado.

16 comentários:

RaquelFigueiredo disse...

Devo dizer, que mal comecei a ler esta crónica, me senti logo invadida por um enorme sentimento de seriedade e veracidade acerca do que aqui está escrito lol´

Achei muito concretamente piada á parte do ''andam actualmente a desempenhar papeis de hambúrguer sem que ninguém lhes diga isso, directamente. O que afinal trata-se meramente de uma fraude contratual...'', é realmente é isto mesmo. Mas não fica por aqui, a saga 'sou um hamburger, se és bonito, come-me' prolonga-se em vários sitios, englobando estudantes, donas de casa... e o pior fraude contratual? Nááá, 'enganem-me porque eu gosto muito :)'

E pronto tenho um bocado de sonho, é que isto os que tem coisas pra fazer de dia tão fodidos ahaha.

beijinhos

E bom regresso :)

João Pereirinha disse...

Bem, eu morri a rir ainda à pouco com um vídeo de um tipo que aparece amordaçado a uma cadeira e com um gorro na cabeça que parecia que tinha altos cornos... mas depois chorei quando reparei que o vídeo era meu.

Bom Raquel, primeiro que tudo, se o regresso for bom isto é uma merda, ninguém repara, mas se o regresso terminar logo amanhã pronto, já sei que plo menos alguém da PT reparou...

Agora referindo-me ao tema e ao resto do teu comentário: tens toda a razão. E mais, isso era o que eu escreveria se de facto não me tivesse dado a perguicite, mas deu e pronto. Como tal, deixa de me andar a roubar ideias sim?

Essa ideia também me faz lembrar que é por isso que quando estamos na discoteca ou no bar, ao fim de algum tempo, temos sempre tendência a pedir um hamburguer. Porquê? Ora porque essa gente anda aí com essa mensagem subliminar no meio da pista de dança...

Mas o mais irritante é que são, normalmente, hamburgueres com pouca carne, de vaca, muito rija, com pouca alface e servida em pão de baguete, e não o tradicional, com sementes e muito fofinho.

Assim me despeço, com os melhores cumprimentos a alguém que esteja a ler isto, ou não. Beijinhos e abraços :D

Gonçalo disse...

Caro amigo estou conpletamente de acordo ctg!!( até rima ) É k nao se entende mesmo.. e dps se um gajo se vira pa uma gaja e diz: "epá es boa..".. ainda é chamado de ordinário.. Vá-se la saber pk!!

continua c o bom trabalho
grande abraço

Gonçalo disse...

Completamente ta mal escrito... ganda burro.. hehehe

João Pereirinha disse...

É isso meSmo Gonçalo!!!! E eu pergunto: qual é o resultado disto? Não sei, mas imagino que ande muito rebarbado por ai a reprimir os lindos piropos que enaltecem a linguagem lusitana, em nada, mas pronto.

Agora tem que ser sempre "oh, s faz favor, dá licença?" e depois é que se pode passar a outra abordagem e qual é o resultado, mais uma vez? Maior parte das vezes o salto alto no olho e os tintis doridos, porque os homens não se conteem e mandam o "és toda boa, comia-te esse peitinho de rola todo à dentada..." o que para elas é ofensivo!!!

Atenção: Eu discordo totalmente essa politica bruta. Aliás, com as senhoras sou um cavalheiro, muito fofinho e atencioso. Agora, elas que se decidam que um gajo fica contente, principalmente quando o sangue começa a fluir... (vocÊs sabem pra ondem)

Beijinhos, abraços e muito piropos!!!

João Pereirinha disse...

ps: só mesmo um burro ou eu é que se enganavam no completamente!!! E tu não és eu xD

Rute Freire disse...

lol, muito bom sim senhora. É a actualidade da sociedade em que vivemos. Nada é nosso, é sempre tudo fotocópia de outro país, e como senão bastasse isso ser já ridiculo, o facto da falta de originalidade, ainda temos duas séries de vampiros em dois canais, quase quase na mesma altura! Enquanto que na tvi que já terminou. Agora a da sic, que é sem margem de dúvida, a cópia TOTAL dos dois filmes 'crepusculo' e 'lua nova', embora n tivesse visto o ultimo, mas sei que é, porque já me o disseram LOL. Portugal está muito atrasado, no que toca a.. TUDO? Concordei com tudo o que ali disseste, sem tirar nem pôr. Especialmente a indirecta do desemprego.. mas o que é certo é que ninguém (de quem devia fazer) faz nada, porque nunca fez e nem irá fazer. E assim o tempo passa e passa.. e nada!! É este o Portugal em que vivemos :)

Daniela Ermitão disse...

A primeira conclusão a que cheguei assim que acabei de ler o post e os comentários, foi: o meu próximo piropo de engate vai ser: - oh hambúrger salta aqui para o pão O.o
Ahaha, hoje estou meio apática e com tantas coisas que têm acontecido nem me sinto apta a tantos comentários de gente minimamente culta-que-desperdiça-o-seu-tempo-a-ler-parvoices-que-são-verdade-e-comentários-de-gente-parva-como-eu. Mas pronto, nunca achei muita piada logo ao Lua Nova quando saiu, e devo ser das poucas pessoas que nunca o viu e não tem curiosidade de ver, nem de ler a saga lol. Acho que há coisas bem mais interessantes para ver como CSI, nem que seja 20 vezes a mesma temporada ou wtv. A verdade é que cada vez mais 'modas' e coisas que todos fazem/comem/etc; se fossemos todos distintos em tudo era muito mais simples, e tudo bem mais interessante. Gosto de discutir assuntos com pessoas opostas à minha personalidade, acho que o debate até funciona muito melhor do que com pessoas que só dizem 'yaya, também acho isso! tal e qual! mesmo! e quando ele faz isto/aquilo/o outro?'. E pronto é isso que penso para além de tudo o que já foi dito :D

beijinhoos ^^

João Pereirinha disse...

Olá pessoas que têm a decência de comentar as estapafúrdias ideias que eu tenho de falar de assuntos tão originais!!!!

Bem, primeiro que tudo, Rute, tens toda a razão. Em relação a isso, eu que sou uma pessoa muito centralista, começo a achar que vai ser preciso uma atitude radical para que passe a ser mais uma vez o Povo a governar o país e não o País(estado) a mandar na vontade do Povo. Pois porque aqueles senhores deputados todos que lá andam esquecem-se que são colocados, no poder ou na oposição pelo voto do eleitor e todos eles têm que defender o que é melhor para a região do país que votou nele e para o país no geral. Mas ninguém quer saber disso, porque, por exemplo, já viram algum deputado do ps, por exemplo, defender algum interesse do Alentejo? Eu não, mas há pelo menos um que foi eleito por nós, no mínimo... agora eles são só números mudos à vontade dos partidos. E não verdadeiros deputados.

Bom e não me vou esticar mais com isto, se não cortam-me as vazas. lol

Agora em relação à Daniela: vê lá como é que é o Hambúrguer primeiro, é que:
1-De carne de vaca costumam ser muito rijinhos
2-de carne de porco costumam ser muito agressivos
3-de tofu não sabem a nada

Bem e as analogias ficam para quem as quiser fazer xD

Beijinhos e abraços à avó, coitada, também merece!!!

ádrii disse...

essas historias de vampiragem , epá sinceramente já deu o que tinha a dar, e também acho que é uma piroseira autentica -.-

Anónimo disse...

Pronto, vim aqui difamar-te e dizer que com um texto destes não podia deixar de expor a situação...
Eu não queria comentar porque algures referes-te a pessoas de QI baixo e tal e se eu não comentasse não saberiam que eu tinha perdido tempo a ler, mas também ainda não acabei o curso por isso não preciso andar já a procura de emprego :P
Bem, agora vem a parte das difamações. Este menino vem para aqui dizer que acha mal as miúdas gostarem que as tratem como hambúrguer porque isso acontece duma forma indirecta e então disfarça. Mas a realidade é que ele no carnaval se vestiu a vampiro destes modernos! Ah pois, eu concordo com isso tudo que disses-te, mas ainda tenho que averiguar qual foi a intenção do teu disfarce carnavalesco (já que as meninas gostam de ser “papadas” pelos vampiros):P
Difamações a parte, acho que a escolha do tema foi sem duvida muito original (xD), e quero dizer que hoje em dia não é este o único aspecto que provoca estas situações, a moda rege tudo e influencia gerações essenciais na construção do futuro próximo.
Este miúdo e as ideias que lhe surgem durante o sono, as idas ao wc, etc… rebolo-me a rir!

beijinho grande

Mafalda Bacalhau

deacosta.lamborguin disse...

um bom ponto de vista, tu sempre escreveste bem jami.
é verdade q as vezes as mulheres sujeitam-se a papeis incriveis, as vezes seguir um sonho faz com q as pessoas sujeitem se a tdo, mas a culpa tb ta nos realizadores, e principalmnte portugueses, q vao ate ao ridiculo para se safarem com mais uma serie/filmesinho rasca (mesmo q tdo seja uma copia, ja se axam grandes, pq faz parte de uma inovacao e um desenvlvimnto de efeitos q nguem tava a' espera).
bjinhos jami

#Simba disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
#Simba disse...

não me apetece escrever lol depois de wtv wtf lol
pescoço disponivel para vampiros contactem (please?).

Tenho fome e falam-me de hamburgers, tass, obirgada joão

Anónimo disse...

Olá João,

Em primeiro lugar obrigadinha por diminuíres a minha estima ao dizeres que por ter lido o teu post sou uma pessoa “desocupada e de QI baixo” mas pronto eu vou conseguir ultrapassar isto. Agora vê lá é que sendo este o “blog mais jovem do mundo” é normal que quem leia isto esteja na adolescência, o que visto que esta é uma fase cheia de dúvidas e inseguranças, ao dizeres que têm o QI baixo (ou seja que são pessoas BURRAS) pode levar a uma crise existencial e isso pode trazer-te problemas! Pois é…
Bem mas para que fique bem claro não vim ler o teu post por estar desocupada. Aliás vim lê-lo porque estou ocupada… É verdade… Este ano tenho uma disciplina nova que se chama Aplicações Informáticas e o trabalho final é um projecto áudio e vídeo. Só que como não tinha ideias nenhumas passei por aqui para me inspirar, já que noutras alturas (pronto ok ai estava desocupada) achei que o blog era super original e tinha temas muito interessantes! Aliás dou-te os meus parabéns porque gostei mesmo… os vídeos então achei excelentes! Por isso passei por aqui e valeu a pena porque este tema deu-me realmente uma ideia. Obrigada.
Quanto ao tema, a minha opinião é que obviamente nós mulheres não gostamos de ser tratadas como hambúrgueres, no entanto, por vezes há certas coisas que não sendo em demasia até dão um certo charme… Deixo a ideia um bocado no ar, até porque há coisas que por mais que se tente um rapaz nunca irá perceber. Ah e além disso estou muito OCUPADA.

Um beijinho
Maria Grego Esteves

João Pereirinha disse...

Boas, (quem vir a descrepancia dos comentários vai pensar que não tenho mais nada que fazer se não estar constantemente a ver quem comenta. E é verdade, mas por acaso desta vez fui avisado por outra pessoa que não a minha!)

Bem, apenas para responder à Maria, que fico muito feliz e agradecido pela inspiração que dei e etc. Obrigado pelo acompanhamento e pelo feedback ;)

Agora, em relação ao factor X que leva a isso a minha mãe diz que "é bom a fazer muita coisa menos a fazer dinheiro" pois, e está justificado! lol

Agora já sabe, se não for grande favor, não comente com ninguém do ministério que se inspirou nisto, é que o mais provável é cancelarem a conta e alguém perder o emprego.

Okay estou a brincar, de facto a única coisa que quero dizer é que fico muito feliz por tudo o que disse e muito obrigado!!! Volte sempre! (todos os dias se possível)